Não vou para os EUA: entenda a história do meu match III

novembro 24, 2017

Para entender esse post, confira o começo da história clicando neste link! <3

Previously in Dendê na Gringa:
Ansiedade a mil, meu coração já na boca, né? Quando, às 15h da segunda-feira, recebo um e-mail inesperado da host family...



No e-mail, a host mom remarcou o horário pra uma hora depois e eu, que já estava apreensiva, fiquei ainda mais! hahaha Não preciso dizer que foi sem necessidade, né? Os dois falaram comigo juntos, disseram que pensaram sobre tudo, falaram com minha ex-chefe e que realmente achavam que eu seria a melhor escolha para a família deles. Disseram que, se eu quisesse, a gente ia fechar o match.

Aceitei mais que na hora! hahahah Eles são realmente maravilhosos! Me deu uma vontade de gritar, mas eu só levantei meus polegares e dei um sorrisão, parecendo uma retardada hahahaha Daí eles contaram que falaram com os mais velhos P. (10) e I. (6) sobre mim e que eles estão mega empolgados porque me acharam com cara de divertida! hahaha Espero que sim, né?  Também estou super empolgada e o próximo passo vai ser marcar o Skype com os pimpolhos.

Como eu não falo nada de norueguês (só oi, tchau, basicão hahaha), o Skype provavelmente será caótico, mas tudo bem! É bom que eu já vou me acostumando, né? :P

Au pair na Noruega: saiba quais são os pré-requisitos

Por enquanto, eles mandaram meu contrato preenchido e assinado e as cópias do passaporte, que vou ter que levar no consulado do Rio de Janeiro, no dia do visto. Já paguei a taxa do visto e marquei a entrevista no consulado para o dia 14 de dezembro. HAJA CORAÇÃO!! hahahaha

Aproveitei o ensejo e vou visitar uma amiga nova em Arraial do Cabo (3h de distância), além de, antes de voltar pra Salvador, dar uma passadinha rápida por Belo Horizonte pra visitar uma amiga antiga :P Já tem que ir se despedindo, né nom? Fiquem ligados que eu vou fazer um post contando sobre essa aventura que vem aí.

Então, galerinha, essa é a história do meu match e eu estou MUUUITO feliz de estar voltando pra Oslo, essa cidade que amo e para uma família bem maravilhosinha! Em breve, volto aqui com mais informações sobre a minha host family e sobre a minha rotina por lá, ta bom? Agora é só torcer pra esse visto sair rápido, pra eu já chegar chegando lá nas terras vikings! <3


Leia também

0 comentários