Au Pair na Noruega: visto negado e agora?

março 15, 2018

Oi pessoas maravilhosas que acompanham esse site!! Eu sei que deixei ele um pouco abandonado esses dias, mas é que, como vocês podem ver pelo título do post, tive uma surpresa bem desagradável no começo do mês passado e isso mudou tudo pra mim.

Se quiser saber o motivo do meu visto negado e a resposta pro recurso que eu abri, só vem:


No dia 09 de fevereiro, em plena sexta-feira de carnaval, o prazo para a UDI responder à minha solicitação de visto de au pair se encerrou. Mandei um e-mail para o consulado brasileiro perguntando a respeito e a resposta foi pedindo que eu aguardasse até a semana seguinte que eles enviariam a resposta.

Curta a página do site no Facebook e fique por dentro de tudo em primeira mão!

Fui pra casa de uma amiga durante o carnaval e, na quarta-feira de cinzas, dia 14 de fevereiro, recebi um e-mail do consulado avisando que meu visto tinha sido indeferido. Meu mundo literalmente caiu, né? Quem me acompanha aqui no site ou na vida real sabe que eu já estava com tudo organizado para viajar, só não tinha comprado as passagens ainda.

Pedi demissão do emprego, doei roupas, fiz planos com o boy (hahaha), estava estudando norueguês desde outubro e cheguei até a me despedir da família durante um churrasco no final de janeiro. Mas o visto foi indeferido pelo seguinte motivo (confira a tradução no texto após a imagem):

Confira o texto da justificativa na íntegra:

A Direcção de Imigração determinou se o requerente satisfaz as condições para a concessão de uma autorização de residência nos termos da secção 6-25, parágrafo 1, do Regulamento de Imigração. O objetivo da estadia deve ser o intercâmbio cultural.
Para obter uma licença como au pair, o propósito da estadia deve ser o intercâmbio cultural.
O intercâmbio cultural significa que os jovens estrangeiros irão melhorar suas habilidades linguísticas e seus conhecimentos gerais ao obter um melhor conhecimento da Noruega. Isto é garantido pela au pair vivendo e trabalhando com uma família anfitriã que fala norueguês em sua vida cotidiana e pode compartilhar conhecimento sobre a sociedade norueguesa.

Clique aqui e confira como foi a minha entrevista no consulado norueguês.

A UDI forneceu diretrizes detalhadas para as licenças de acordo com esta disposição na Circular UDI RS 2011-041.
No entanto, você já ficou na Noruega por um ano como estudante estrangeiro, que é uma forma de troca cultural. Portanto, achamos que você já recebeu oportunidades suficientes para troca cultural. Por isso, uma autorização de au pair para fins de troca cultural adicional não pode ser concedida.
Mesmo que as outras condições para a concessão de uma autorização de residência não sejam cumpridas, a UDI pode, no entanto, conceder-lhe uma autorização de residência se existirem fortes considerações humanitárias ou se tiver uma ligação particular com a Noruega, cf. o primeiro parágrafo do artigo 38 da Lei da Imigração.
A UDI faz referência ao fato de que isso se destina a ser uma disposição de isenção restritiva. Não consideramos que haja motivos humanitários sólidos a favor da concessão de uma isenção das condições gerais de obtenção de uma licença. Além disso, você não documentou uma conexão específica com a Noruega.


Recurso

A Noruega oferece a oportunidade do aplicante enviar um recurso apelando da decisão. Ele deve ser enviado em até 30 dias e deve estar assinado à mão pelo requerente do visto. A resposta do apelo, dada pela UDI, demora até 4 semanas. Caso seja negativa, a UDI envia o seu recurso para outra instância, a UNE, que tem até 6 meses para analisar o caso e dar uma nova resposta positiva ou negativa com relação ao visto.

Eu particularmente achei o tempo de análise pela UNE longo demais para pedir à host family que esperasse por mim, então decidi que falaria com eles sobre o tempo da UDI e que, se a resposta da UDI fosse negativa, iria partir para um plano B (que não existia até então).

Conversei com a família, perguntando se iriam querer esperar mais um mês e eles disseram que sim. Então conversei com o boy e ele me ajudou a escrever o recurso. Clique aqui para ler o que escrevi na íntegra.

Meus argumentos foram que:
1. Não há nenhuma regra que indique não ser possível ser au pair depois de ter morado na Noruega por um ano.
2. Ser estudante estrangeira morando numa casa com outros estudantes estrangeiros não oferece a mesma oportunidade de intercâmbio cultural que o programa de au pair oferece.
3. Gostei muito de ter morado no país e gostaria de voltar e me aprofundar nos processos culturais do país.

Eu sei que ficaram bastante abstratos, mas acho que a decisão deles também foi baseada em algo abstrato, então não tinha muito o que usar para apresentar meus argumentos. Enviei tudo no dia 15 de fevereiro, depois de ter o OK da família, e recebi uma resposta da UDI no dia 13 de março.

Resposta final

A resposta final da UDI foi de que eles manteriam a posição sobre o caso e que minha solicitação seria encaminhada para a UNE, que tem aquele prazo bacana de 6 meses para decidir sobre o visto. Foi então que resolvi mandar um e-mail me despedindo da família e começar a pensar no que eu faria de agora em diante. Aqui uma cópia do e-mail que mandei pra eles (tradução após a imagem):
Confira a tradução do meu e-mail na íntegra:
Olá pessoal!

Ontem, finalmente recebi uma resposta da UDI sobre o processo de visto. Eles decidiram manter sua decisão de negar meu visto de au pair e encaminhar o apelo à UNE, outra instância que examinará novamente meu caso.

Verifiquei quanto tempo leva a UNE para fazer isso e, de acordo com seu site, levará cerca de 6 meses.

Pessoalmente, acho que é um pouco demais, especialmente porque o trabalho de au pair não é realmente um trabalho qualificado e ninguém deve esperar por 9/10 meses para obter um visto de au pair (com a forte possibilidade de ser negado novamente).

Por essa razão, eu gostaria de liberá-los de qualquer obrigação que vocês poderiam ter comigo como sua futura au pair e desejar-lhes muita sorte para encontrar sua nova au pair!

Isso me deixa triste porque estava muito empolgado para passar esses 24 meses com vocês e tenho certeza de que teríamos uma ótima experiência trabalhando juntos em equipe.

Como vocês sabem, eu conheço algumas pessoas na Noruega e provavelmente vou aí para visitá-las em algum momento. Se possível, eu gostaria de me manter contato, caso eu vá e vocês se sintam à vontade para nos conhecermos algum dia.

Gostaria de agradecer por todo apoio até agora, durante este processo muito cansativo, e pedir desculpas por fazer vocês esperarem tanto tempo apenas para chegar a outro beco sem saída.

Por favor, mandem lembranças para as crianças !!

Atenciosamente,
Carla R.

Os meus planos estavam, então, começando a mudar completamente e uma nova possibilidade passou a existir. Clique neste link para saber para onde estou indo agora, quando tudo mudou! <3


Leia também

0 comentários