Primeiro mês na Europa: por que eu desapareci?

setembro 04, 2018

Bonjour, galerinha mais ou menos!!! :P  Ça va?

Cês acreditam que eu já estou fora de casa há um mês inteirinho? Está passando tão rápido que eu já estou pesquisando como vou fazer pra renovar meu visto hahaha Depois volto aqui no blog para explicar pra vocês todos os trâmites desse processo mega burocrático porque hoje é dia de contar o que aconteceu pra eu sumir nessas 4 semanas de rolé pela zoropa. Só vem:

Primeira semana

A primeira semana foi só de amor e alegria no coração. Saí do Brasil  numa segunda-feira (06 de agosto) e cheguei na Noruega no dia seguinte, à noite. A viagem durou umas 15 horas, mas mais porque eu fui pro interiorrrr do meu boy norueguês. Aquele mesmo, dessa história aqui, ó.

Chegando lá, ele me buscou no aeroporto e tinha feito uma comidinha mexicana pra mim <3 Daí durante essa semana, ele trabalhou todos os dias até 3 da tarde e depois voltava pra casa pra gente assistir filmes de kong fu hahahaha eu acho muito engraçado e ele adora, então haja shao lins!!

Também nessa semana eu conheci os pais dele e o irmão. Todos foram mega simpáticos comigo, a mãe dele é muito amorzinho e parecer ser aquele tipo de mulher perspicaz e inteligente, sabe? Que está sempre observando e fazendo os comentários certos na hora certa, sei lá. Achei chique! haha O pai dele é tipo um tiozão do pavê. Ele quis me mostrar a propriedade inteirinha (eles vivem tipo numa chácara com vista pro mar, super lindo) e me contou histórias da Segunda Guerra. Super fofo. Já o irmão é descolado, conversador e brincalhão. Os dois juntos parecem criança e pegam o coitado do pai-do-pavê pra Judas! hahaha Me diverti demais e ainda comi uma torta de maçã com sorvete que nóssinhora. Bão demais da conta!!


Ainda fomos no zoológico da cidade, que é E-NOR-ME e maravilhoso porque os bichos ficam bem livres, sabe? É um espaço aberto enorme pra eles, então a gente tem meio que ficar caçando o bicho pra ver se encontra no meio da vegetação hahaha Eu amei porque sempre sinto a maior dó quando vejo aqueles animais enormes presos em jaulas ou algo assim. Ah! Nesse zoológico também tem tipo um parque aquático e temático, mas não fomos no parque aquático porque, segundo o boy, eu trouxe pra ele uma doença tropical desconhecida. Gripe.


Segunda semana

Tudo muito lindo e muito maravilhoso com o boy magia, PORÉM eu não vim pra cá pra passear de mãozinha dada, né? Infelizmente hahaha Estamos aqui pra limpar bunda de neném, então foi a hora de pegar meu voo bem lindo e vir para a França, no domingo (12 de agosto).

Cheguei no aeroporto postando tudo no instagram, - inclusive é só clicar aqui nesse link para conferir lá nos destaques "Rotina de Au Pair", - mas assim que eu saí do espaço do aeroporto e o host dad me pegou começou o pesadelo. =/

Cheguei à casa da família e eles tinham acabado de se mudar pra uma casa nova. Antes eles moravam num apartamento de apenas um quarto e compraram a casa de 3 quartos para que eu tivesse um só pra mim e pro menininho que eu vou cuidar também ter o quarto dele. Só que, por ser nova, a casa não tinha WiFi ainda. E eu estava sem chip europeu, então não conseguia mais me comunicar com ninguém.

Meus hosts não me pediram para trabalhar na primeira semaa, então eu fiquei em casa sozinha enquanto o kiddo foi com a mãe para a creche. Sem internet, aproveitei para assistir o que eu tinha baixado na Netflix, mas depois disso dormi o dia todo. 

Quando eles voltaram à noite, tive a ideia de pedir para minha hosta usar o celular dela como roteador para o meu celular. Ela não sabia direito como funcionava, mas eu mexi e consegui ligar. Só tive ação de falar com o boy da Noruega, que a essa altura já devia estar achando que eu tinha sido sequestrada por uma rede de prostituição internacional para a Turquia hahaha Eu não queria abusar da internet dos host parent logo na primeira semana, então falei o mais rápido possível para dizer que estava viva e pronto.

No dia seguinte, pedi outra vez para usar o celular deles como roteador e a minha família também estava preocupadíssima porque viu que meu stories pararam de ser postados no Instagram a partir do momento que fui encontrar o host dad. Imagina! hahaha Daí avisei a todos também que estava tudo bem, só que eu já tinha chorado horrores, sabe? Porque era tudo novo e eu perdidinha da silva, sem internet pra me comunicar, sem ter o que fazer, presa na casa o dia todo.

A host mom me perguntou se eu queria ir com ela para Paris na quarta-feira (15) para comprar meu chip do celular e eu MAIS QUE DEPRESSA aceitei, claro haha torcendo pra achar também um café com WiFi e poder dar sinal de vida outra vez. Baixar mais coisas na Netflix, baixar um livro e deixar disponível offline no Google Drive, qualquer coisa! hahaha

Mas ir comprar esse chip sozinha em Paris (enquanto a hosta trabalhava) não saiu exatamente como eu esperava...


Como esse post ficou ENORME de gigante, volto no próximo post pra contar tudo o que aconteceu na minha segunda semana de Europa e primeira semana como au pair, tá bom? Não esqueçam de curtir a página do site no Facebook e ficar por dentro de tudo sobre o meu intercâmbio em primeira mão!! <3

À bientôt!

Quer ser au pair na França e precisa do apoio de outros que já estão lá ou que estão passando pelo processo?  Vem pro nosso grupo do whatsapp, clica aqui nesse link.

Leia também

0 comentários