[ATUALIZADO] Como morar na França como au pair?

maio 24, 2019

Desde março de 2019, o governo francês alterou algumas regras para morar na França como au pair. As mudanças foram significativas e podem indicar uma maior dificuldade para realizar o processo, mas também acabaram por eliminar parte da burocracia.

Em setembro de 2018, eu fiz esse post explicando como ser au pair aqui, mas depois das alterações no processo de aplicação para o visto, decidi voltar para explicar o que mudou e refazer esse post adicionando as novidades. Vamos lá!

1. Entenda o programa de au pair
Você sabe como funciona esse programa de intercâmbio? Se souber, pode continuar para o item 2. Se não souber, é importante aprender um pouco mais sobre ele para ter uma noção maior do que você fará na França e do que será esperado de você.

Eu recomendo que você dê uma passadinha rápida aqui nessa outra aba do blog, na qual eu explico tim tim por tim tim sobre o programa de au pair e como ele funciona aqui na terrinha do croissant.

2. Confira se você preenche os pré-requisitos para participar

  • Ter entre 17 e 30 anos (incompletos)
  • Não ter nacionalidade francesa
  • Ser solteira(o) e sem filhos
  • Ter dinheiro para pagar os custos da viagem (passagem aérea, visto, documentação, etc.)
  • Ser estudante ou ter certificado de conclusão de algum nível de estudos (Ensino Médio, Técnico ou Graduação)
  • Francês básico comprovado por certificado, que pode ser online
  • Seguro de saúde que cubra, no mínimo, 30 mil euros em despesas médicas.

3. Analise se você tem o dinheiro necessário ou passe a juntar
O programa de au pair é o intercâmbio mais barato que existe, se você levar em consideração o seu custo-benefício. No entanto, mesmo não sendo dos mais caros, o programa de au pair também exige investimento financeiro por parte do intercambista. Para todo o processo, você vai precisar de aproximadamente 3 a 4 mil reais distribuídos em:

  • Seguro saúde: 200 euros com o Swisscare
  • Voo internacional para a França: 1.500 a 2.000 reais
  • Visto: 99 euros
  • Voo doméstico ou passagem de ônibus para o lugar do consulado ou embaixada: 50-1.000 reais (se você não morar em SP, RJ ou BSB)
  • E mais gastos extra (remédios, mala, presentes, roupa de frio, etc)
4. Encontre a sua família anfitriã
Para encontrar uma família francesa disposta a te contratar por, no mínimo, um ano, você vai precisar se cadastrar - e criar um perfil - num site específico para o programa de au pair. Eu encontrei a minha família no Au Pair World, mas eu sei que também existem agências que trabalham com esse tipo de intercâmbio na França.
Todas as au pairs que eu conheço aqui vieram sem agência, e a maioria encontrou a sua família nesse mesmo site. No entanto há alguns grupos do Facebook em que famílias procuram também pessoas para trabalhar para elas como au pair. Neste post aqui, eu explico como encontrar a host family ideal para o seu perfil. 
Se também quiser saber como melhorar o seu perfil no Au Pair World, clica aqui neste link e confere as dicas que eu deixei para facilitar o seu processo de encontrar famílias por lá.

5. Organize os documentos necessários para o visto
Neste post aqui, eu deixei a lista dos documentos que você vai precisar ter para solicitar seu visto de au pair para a França. Nós brasileiros podemos entrar no país e ficar até 90 dias sem visto algum, mas como o programa é de 1 a 2 anos, temos que pagar - e passar pela burocracia para conseguir - esse visto de longa duração.

6. Marque a data da sua entrevista no consulado ou embaixada
É importante que você marque a sua entrevista consular mesmo antes de ter todos os documentos em mãos, principalmente se estiver planejando viajar (ou fazer a entrevista) nos meses de junho a setembro, porque esses são os meses mais concorridos nos consulados. Lembre-se apenas de marcar a sua entrevista para, no máximo, 2 meses antes do início das suas aulas de francês.

Se você é do norte ou nordeste como eu, sua entrevista só pode ser feita na embaixada da França em Brasília. Já se você for do Rio de Janeiro, Espírito Santo ou Minas Gerais, sua entrevista será no consulado do Rio. E, por fim, solicitantes de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul devem marcar a entrevista para o consulado de São Paulo.

Confira abaixo o mapa das circunstâncias consulares disponibilizado pelo próprio Campus France em seu site:

7. Faça a entrevista consular
Depois de ter recolhido todos os documentos necessários e explicados no tópico 5, faça sua entrevista no consulado de São Paulo ou Rio de Janeiro ou na embaixada de Brasília e, depois de 10 dias úteis, receba seu passaporte com o visto de au pair, que te permite morar na França por um ano, com uma família anfitriã, e estudar francês.

8. Compre sua passagem
As passagens para a França variam muito de preço porque dependem de onde você está saindo no Brasil. Partir de lugares como Rio de Janeiro e São Paulo com certeza serão sempre mais baratos do que ir de algum lugar do norte do país. Mas não desanime, pesquise em sites como decolar.com, viajanet, submarino, melhores destinos, etc. e logo você vai encontrar o melhor valor de passagem!

9. Divirta-se com responsabilidade
Com passaporte, visto e passagem em mãos, chegou a hora de pegar o voo que vai te levar para a maior aventura da sua vida!! Divirta-se muito, mas lembre também que vai ser sua responsabilidade cuidar das crianças da família com muito amor, além de ser sua chance de aprender um novo idioma e ter experiências inesquecíveis! <3

Quer ser au pair na França e precisa do apoio de outros que já estão lá ou que estão passando pelo processo?  Vem pro nosso grupo do whatsapp, clica aqui nesse link.

Leia também

2 comentários

  1. Sou de Sao Paulo,posso fazer a entrevista em brasilia?

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por seu post! <3
    Fiz o Au Pair na Alemanha em 2017 e queria saber se é possível ficar mais de um ano na França. Obrigada!

    ResponderExcluir